Janeiro é para quem acredita

Cotidiano

Janeiro é encontro marcado com o início do ano, com as promessas de um futuro melhor. É gente compondo lista de metas, anotando novas viagens na agenda e fazendo promessas de uma vida mais saudável. A ponta do lápis fica apontada com a emoção das festas de final de ano, marcada com os fogos de artifício que iluminaram o céu.

Janeiro se apressa e logo chegam os primeiros passos de volta ao cotidiano. O clima de descanso e renovação começa a se despedir, quase como um balde de água fria da realidade. Quem faz as contas sabe que o mês tem trinta e poucos dias, mas tem dia que corre tanto que parece durar mais do que a página do calendário.

A gente respira e continua. Se agarra na esperança do recomeço, na fé de que cada amanhecer é uma nova chance. É quando percebemos que a vida não vira a cada réveillon, e sim dentro de cada um de nós. É ali que sabemos o por que de lutarmos contra a monotonia, com clichês de verdade para dar o impulso necessário.

Janeiro é para quem quer aprender novos caminhos para casa. É para tomar fôlego e compreender as mudanças que aconteceram, os sonhos idealizados e as certezas e incertezas descobertas. Diante de tantas dúvidas a gente dá chance à certeza de mergulhar no desconhecido e pintar as páginas vazias com as cores preferidas.

Janeiro é para quem acredita. E pode durar o quanto quiser – o que tiver de ser.

Revisão de: Mariana Amorim

Anúncios